Como saber se um brinco realmente é antialérgico?

como saber se é um brinco antialérgico

Os brincos fazem parte de diversas culturas ao redor do mundo e são acessórios indispensáveis na vida de uma mulher. Eles são capazes de trazer charme e elegância no dia a dia, além de enriquecer o estilo único de cada uma, dando um up no visual.

Com o mercado de moda em alta e as diversas tendências que surgem a cada temporada, é possível encontrar cada vez modelos de brincos diferentes – principalmente em versões de bijuterias e semijoias. Mas o que fazer se aquela peça maravilhosa deixar uma coceirinha na orelha?

Antes de mais nada, precisamos dizer que apesar de lindas, as bijuterias costumam ser fabricadas com metais mais simples e que podem causar irritações na pele. Esse é o motivo de diversas mulheres recorrerem às joias para evitar agredir o corpo com as alergias.

Mas você sabia que existe no mercado os brincos antialérgicos? Eles são acessíveis, têm ótimos preços, possuem versões e modelos para todos os gostos e estilos, e podem ser os seus aliados para manter o estilo sem prejudicar o bem-estar.

Se você quer investir nesses acessórios, mas ainda não sabe como eles podem ser benéficos para você, vem com a gente descobrir tudo sobre o brinco antialérgico!

como saber se é um brinco antialérgico
Se você é alérgica a bijuterias, temos boas notícias: já existe no mundo da moda as versões antialérgicas dos seus acessórios baratinhos preferidos! Foto: Reprodução

Como saber se sou alérgica às bijuterias?

Já reparou se depois de usar alguma bijuteria, você ficou com ardência, coceiras, inchaço, vermelhidão e até feridas nas orelhas? Se a resposta para alguns dos sinais for positiva, saiba que esses são sintomas nítidos de que a sua pele não está recebendo bem certos materiais presentes nas “bijus”.

O níquel e o cádmio são os metais mais usados na confecção desses adornos – e também os principais responsáveis pelas alergias na pele, conhecida como dermatite. Quando entra em contato com a derme, o organismo cria defesas e produz anticorpos, que resultam nos incômodos citados acima.

Como tratar uma alergia de brincos?

Se a sua pele já foi lesionada, você pode tratar com pomadas à base de cortisona ou sprays antialérgicos, que vão ajudar na cicatrização.

Lembre-se que a derme é o maior órgão do corpo, portanto precisa ser cuidada com carinho e levado em consideração todos os sinais que ela nos dá de que algo não está funcionando muito bem.

Além disso, um outro fato importante: usar bijuterias que te dão alergia com muita frequência, pode facilitar o surgimento de células cancerígenas.

Assim sendo, não dê bobeira! Sempre que notar uma alergia, suspenda o uso do acessório e procure um dermatologista.

como saber se é um brinco antialérgico
Os brincos antialérgicos são peças são livres de níquel e cádmio em suas composições e por isso não possuem restrição de uso. Foto: Reprodução

Como saber se é um brinco antialérgico?

É claro que o mundo da moda está sendo inovando e se reinventando. E para você não precisar abrir mão definitivamente das orelhas estilosas, já existe o brinco antialérgico.

Os brincos antialérgicos são peças são livres de níquel e cádmio em suas composições e por isso não possuem restrição de uso. Uma dica é sempre preferir pelas semijoias, que são banhadas em metais nobres – como o ouro e a prata – e são melhores aceitas quando em contato com a pele.

Outra sugestão é apostar em peças de aço cirúrgico ou titânio, que são metais seguros e antialérgicos.

O cuidado também deve ser redobrado quando as peças são para crianças – e principalmente bebês. Os pequenos possuem uma derme delicada e sensível, e podem sofrer ainda mais reações alérgicas.

Para garantir a sua segurança, sempre pergunte ao lojista sobre a composição do acessório que você está adquirindo. Essa é a maneira mais fácil de prever incômodos ou reações alérgicas.

Truque para deixar a bijuteria antialérgica

Sempre nos deparamos com uma bijuteria de estimação e que adoramos muito, não é mesmo? Se você é alérgica, mas não consegue abrir mão da sua peça-coringa, temos boas notícias: você não precisa se livrar dela.

Para deixar o seu acessório mais “compatível” com a sua pele, basta passar algumas camadas de esmalte incolor na parte que fica em contato com o corpo.

Com esse simples truque, você pode continuar usando o seu brinco ou anel favorito e evitar alergias – pois o esmalte cria uma película protetora. Ah, mas esse truque funciona apenas como medida temporária, ok?

Escolha a RiosLuz

Beleza e cuidado são sinônimos que caminham juntos. Por isso, as semijoias RiosLuz têm comprometimento com seu bem-estar. As peças são confeccionadas com metais de alta qualidade e livres de materiais que podem prejudicar sua pele. Encontre o brinco antialérgico perfeito para você aqui.

Alergias são fáceis de surgir e muito comuns, então as semijoias antialérgicas da RiosLuz lhe darão toda confiança que precisa e ainda evita frustrações futuras.

riosluz semijoias

0 Compart.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *