Gargantilhas: 6 dicas para você não errar na escolha da choker

Gargantilha: 6 dicas para você não errar na escolha da choker

A choker ou gargantilha é, por definição, um colar curto e justo ao pescoço. Muito usada por celebridades, blogueiras e famosas, o acessório se tornou a peça desejo e o item obrigatório de 2018.

Apesar de ser o queridinho do momento, muitas pessoas não imaginam que a gargantilha o item mais icônico do universo fashion e que a sua história tem mais de 100 anos. Por isso, preparamos um super guia de estilo com todas as curiosidades, dicas e novidades sobre as chokers para que você fique ainda mais antenada.

A história da gargantilha

Durante a Revolução Francesa, as mulheres usavam fitas vermelhas no pescoço como forma de homenagear familiares e amigos mortos pelas guilhotinas. Já em 1860, foi a vez de prostitutas serem caracterizadas por usarem um cordão em seus pescoços.

Engana-se quem acha que a presença da gargantilha acaba por aí: em 1874 as bailarinas usavam cintos no pescoço para realçar suas figura, sem contar que o colar também já foi comparado a coleiras de cachorros. Mas foi nos anos 90 que caíram no gosto popular com a versão “tatoo chocker”, aquelas famosas gargantilhas de plásticos que imitavam tatuagens tribais. Como esquecer, não é mesmo?

E em 2018 a gargantilha trouxe uma versão repaginada, moderna e elegante, onde é possível encontrá-la em diferentes materiais, com detalhes, com aplicações e em diversas larguras. Voltaram para a moda prontas para agradarem todos os gostos e estilos femininos.

Quem pode usar gargantilha?

Por falar em agradar, temos uma boa notícia: a gargantilha é uma das peças mais democráticas da moda. E sendo assim, não importa se você tem o pescoço comprido, largo ou curto, você pode – e deve – usar o colar choker, pois a peça irá equilibrar o seu visual final.

Gargantilhas: 6 dicas para você não errar na escolha da choker
As celebridades usam e abusam da gargantilha em todas as ocasiões! Foto: Reprodução

6 dicas para usar gargantilha

  1. Se você tem pescoço grosso e curto, opte por uma gargantilha fina e simples. Isso fará com que o look fique mais harmônico.
  2. Se você quer usar a gargantilha junto com camisetas de gola redondas ou t-shirts, vale a atenção para que o colar não fique muito próximo ao tecido. Para isso, prefira um modelo de gargantilha que fique na metade do pescoço, e assim o seu corpo apareça. E fique esperta: esse look é ideal para quem tem pescoço fino e comprido, certo?
  3. Se você quer alongar o pescoço, prefira usar gargantilhas com blusas ou vestidos decotados. Essa combinação “estica” qualquer mulher.
  4. Está liberado combinar as gargantilhas com um ou vários colares mais compridos. O ponto chave é que ambos sigam o mesmo estilo e material, e assim conversem entre si.
  5. Para que a sua chocker apareça mais, o seu cabelo pode ajudar. É só usar a proporção: madeixas soltas + gargantilhas são as apostas para as mulheres de pescoços alongados. Já os penteados presos + gargantilhas ficam de recomendação para gargantas mais curtas e grossas.
  6. A maioria das gargantilhas têm um estilo característico: grunge, punk, gótico, hippie, boho, romântico… Atente-se para que o eleito por você converse com o seu look. Seguindo isso, prefira a versão do acessório mais neutra e versátil caso queira ornar várias tendências.

Modelo de gargantilhas da moda 2018/2019

Você já sabe como usar a choker e percebeu que ela provavelmente nunca sairá da moda, não é mesmo? E se não bastassem serem amigas de todos os corpos e estilos femininos, em 2018 elas trouxeram versões sofisticadas e delicadas sem perderem a graça.

Fitas, bordados, couro, veludo, de amarrar, com nós, com laços, com brilhantes e também com pingentes: todas esses detalhes compõe a gargantilha choker do momento.

E, já que esses colares estão com tudo, que tal renovar o seu guarda-roupa com alguns modelos que são tendência em 2018 e 2019? Visite agora mesmo a seção de colares da loja virtual da RiosLuz. Garantimos: dá vontade de levar tudo!

riosluz semijoias

0 Compart.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *